Avaliação

7

Qualidades

  • Inovativo
  • Panorama Geral
  • Exemplos Práticos

Recomendação

Os executivos modernos muitas vezes ficam aquém em relação à sua visão para as suas empresas e o futuro dos seus setores de atividade, afirma Mickey McManus, especialista em inovação colaborativa e design centrado no ser humano. Então, como os líderes corporativos podem ter um objetivo maior? Nesta entrevista pessoal com o colunista da Forbes, Peter High, McManus descreve várias estratégias. A getAbstract recomenda essa conversa a pesquisadores, desenvolvedores, designers e executivos seniores que desejam experimentar um impulso na sua imaginação.

Resumo

A previsão está sendo comoditizada, trazendo a zero o custo das previsões. Antigas inviabilidades, como o carro autônomo, são hoje possíveis. Uma forma de IA chamada Generative Adversarial Networks (GANs) busca na Internet possibilidades não realizadas e as inova. Esse desenvolvimento levanta a questão de como definir a humanidade além dos computadores. A resposta pode ser a paixão humana e o bom senso. As interações entre humanos e máquinas não são um jogo de soma zero; qualquer estratégia deve priorizar a humanidade. Os setores de atividade do século XXI devem colocar as pessoas em primeiro lugar, perguntando qual ...

Sobre o Palestrante

Autor de Trillion, Mickey McManus é consultor sênior do Boston Consulting Group.


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

O Futuro Pertence aos Humanos?
9
Como o Aprendizado das Máquinas Pode nos Ensinar a Construir Equipes Mais Eficazes
7
Enquadrando a IA no Mundo dos Negócios
8
Como o Twitter Precisa Mudar
7
As Competências Humanas Necessárias em um Mundo Imprevisível
7
O Poder de Pensar no Futuro em uma Era Imprudente
8

Comente sobre este resumo