Resumo de Além da Cibersegurança

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Além da Cibersegurança resumo de livro

Avaliação Editorial

8

Qualidades

  • Inovativo
  • Aplicável

Recomendação

Os especialistas em TI James M. Kaplan, Tucker Bailey, Chris Rezek, Derek O’Halloran e Alan Marcus propõem um debate essencial sobre o funcionamento das exigências da segurança cibernética. Eles explicam metodicamente as ameaças que você enfrenta e como a segurança cibernética se refere a outros aspectos do seu negócio e bem-estar. Os perigos da era digital exigem que você examine como a segurança deve estar alinhada aos vários outros aspectos do seu negócio para, em seguida, colocar em prática as suas conclusões. A getAbstract recomenda este manual prático e aplicável a todos aqueles que procuram avaliar riscos e criar um negócio integrado para a era digital, bem como aqueles que trabalham com segurança cibernética.

Sobre os autores

James M. Kaplan é um dos diretores de TI e segurança cibernética global da McKinsey & Company, empresa em que Tucker Bailey atua como diretor do Business Technology Office e Chris Rezek atua como consultor sênior. Derek O’Halloran e Alan Marcus são especialistas em TI do Fórum Econômico Mundial.

Resumo

Por que a cibersegurança é crucial

A sociedade depende dos sistemas de informação. Quanto mais conectado for o seu mundo, mais fácil é para criminosos, terroristas e governos estrangeiros acessarem os seus dados para fins ilícitos. O progresso e a segurança econômica exigem grande proteção institucional e organizacional contra ciberataques. Alguns ciberterroristas roubam informações para obterem vantagens competitivas. Outros arruínam a sua reputação ou lhe expõem a penalizações. Os ataques digitais fraudulentos buscam ganho financeiro direto. Outros comprometem transações comerciais ou serviços governamentais. A cibersegurança se refere em geral à forma como as instituições se defendem contra os ataques cibernéticos. Já que não é possível impedir os ataques cibernéticos, aborde a segurança cibernética como “uma função da gestão de riscos”. As instituições devem mudar a forma como abordam a segurança cibernética para manterem a confiança dos consumidores em uma economia cada vez mais digital. Os ciberataques comprometem a inovação, reduzem o valor das novas tecnologias e “diminuem a produtividade da linha de frente”, porque os funcionários devem dedicar algum tempo para ...


Comente sobre este resumo

Mais deste tópico

Projetadas para a Transformação Digital
8
Liderança em Tempos de Crise
7
O Futuro do Trabalho
9
Sharenthood
8
A Vingança de Golias
8
Amazon
9

Canais Relacionados