Resumo de Além da Cibersegurança

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Além da Cibersegurança resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Aplicável
  • Inovativo

Recomendação

Os especialistas em TI James M. Kaplan, Tucker Bailey, Chris Rezek, Derek O’Halloran e Alan Marcus propõem um debate essencial sobre o funcionamento das exigências da segurança cibernética. Eles explicam metodicamente as ameaças que você enfrenta e como a segurança cibernética se refere a outros aspectos do seu negócio e bem-estar. Os perigos da era digital exigem que você examine como a segurança deve estar alinhada aos vários outros aspectos do seu negócio para, em seguida, colocar em prática as suas conclusões. A getAbstract recomenda este manual prático e aplicável a todos aqueles que procuram avaliar riscos e criar um negócio integrado para a era digital, bem como aqueles que trabalham com segurança cibernética.

Sobre os autores

James M. Kaplan é um dos diretores de TI e segurança cibernética global da McKinsey & Company, empresa em que Tucker Bailey atua como diretor do Business Technology Office e Chris Rezek atua como consultor sênior. Derek O’Halloran e Alan Marcus são especialistas em TI do Fórum Econômico Mundial.

 

Resumo

Por que a cibersegurança é crucial

A sociedade depende dos sistemas de informação. Quanto mais conectado for o seu mundo, mais fácil é para criminosos, terroristas e governos estrangeiros acessarem os seus dados para fins ilícitos. O progresso e a segurança econômica exigem grande proteção institucional e organizacional contra ciberataques. Alguns ciberterroristas roubam informações para obterem vantagens competitivas. Outros arruínam a sua reputação ou lhe expõem a penalizações. Os ataques digitais fraudulentos buscam ganho financeiro direto. Outros comprometem transações comerciais ou serviços governamentais. A cibersegurança se refere em geral à forma como as instituições se defendem contra os ataques cibernéticos. Já que não é possível impedir os ataques cibernéticos, aborde a segurança cibernética como “uma função da gestão de riscos”. As instituições devem mudar a forma como abordam a segurança cibernética para manterem a confiança dos consumidores em uma economia cada vez mais digital. Os ciberataques comprometem a inovação, reduzem o valor das novas tecnologias e “diminuem a produtividade da linha de frente”, porque os funcionários devem dedicar algum tempo para ...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Relatório Sobre os Riscos Globais de 2018
9
Segurança Nacional de Israel
8
O Condutor do Carro Autônomo
9
Blockchain Revolution
9
Força Digital
8
Mente + Máquina
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo