Resumo de Análise de Marketing Digital

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Análise de Marketing Digital  resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

7

Qualidades

  • Aplicável

Recomendação

Os especialistas Chuck Hemann e Ken Burbary apresentam um guia que ajuda a aplicar a análise de marketing digital nas relações públicas e no marketing. Os gestores de outras áreas, tais como gestão de produto ou serviço ao cliente, também podem aprender muito com o material dos autores sobre as perspectivas que a análise fornece a respeito dos clientes e suas preferências. Para obter os melhores resultados, aplique os dados do marketing digital para aprimorar o atendimento ao cliente e o lançamento de produtos, além de antecipar e combater crises potenciais. Já que poucas empresas estão levando a sério a análise de marketing digital, quem se antecipar e adotar as técnicas propostas neste livro pode conquistar vantagem significativa sobre a concorrência. No entanto, você precisa definir os seus objetivos e investir nas ferramentas e pessoas certas. Em termos de alcance e profundidade, este manual possui vantagens e desvantagens. Se você pretende lançar um programa de marketing digital, o livro pode ser útil, pois parte do básico e aprofunda uma variedade de assuntos. No entanto, ao mesmo tempo em que funciona como um guia prático, o texto não facilita muito a leitura. A getAbstract recomenda este conteúdo a profissionais de marketing e RP, bem como a outros gestores que queiram capitalizar sobre os insights da análise de marketing digital.

Sobre os autores

Chuck Hemann é o diretor de análise da WCG. Ken Burbary é o chief digital officer (CDO) da Campbell Ewald, agência ligada ao Interpublic Group.

 

Resumo

A riqueza dos dados digitais

Os analistas de marketing conseguem coletar dados através de muitos formatos de mídia e canais digitais, utilizando uma grande variedade de ferramentas disponíveis. Desde meados dos anos 1990, as formas mais utilizadas de mídias digitais eram a mídia paga e mídia própria. Você adquire e utiliza a mídia paga, como os anúncios da Google AdWords ou da DoubleClick. As mídias próprias são, por exemplo, o site ou o e-mail marketing da sua empresa. O surgimento da mídia orgânica, ou perfis oriundos de mídias sociais como o Facebook e Twitter, onde os clientes fornecem informações detalhadas sobre os seus comportamentos e preferências, tem dado um novo ânimo ao marketing.

Os profissionais de marketing e RP devem definir metas. Para não ser inundado por informações desnecessárias, decida por que você precisa de determinados dados. Quais aspectos do “comportamento do cliente” você espera mudar e em quanto tempo?

“Métricas sociais”

Os analistas trabalham com duas grandes categorias de indicadores sociais. As “métricas sociais próprias” são os canais de mídia social que você gerencia. Já as “métricas sociais orgânicas...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

O Imperativo da Ativação
8
Conteúdo Digital de Ponta
7
Conteúdo S.A.
9
Vendas Disruptivas
7
Reengenharia do Varejo
8
A Arte de Escrever para a Web
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo