Resumo de Análise Preditiva

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Análise Preditiva resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Revelador
  • Analítico
  • Exemplos Práticos

Recomendação

A análise preditiva (AP) é inegavelmente tanto um conceito poderoso como potencialmente assustador. Este ramo da ciência da computação combina big data com estatísticas para prever o que você pode comprar, como você pode votar ou quando você pode morrer. Autor e guru da analítica preditiva, Eric Siegel é um entusiasta ousado do setor e procura principalmente minimizar as preocupações relacionadas à privacidade que esta área levanta. Mas isso não invalida o seu estudo, o qual é cativante, bem escrito e traduz elegantemente materiais densos e conceitos abstratos em uma narrativa fácil de ser digerida. Siegel se baseia em uma série de exemplos do mundo real a partir de empresas bem conhecidas, como a Target, Hewlett-Packard e Chase Bank e descreve sua própria experiência como especialista em análise preditiva. O resultado é um manual esclarecedor e bastante prático. A getAbstract recomenda a sua visão da AP a gestores e investidores que procuram compreender melhor este aspecto em rápido crescimento da economia tecnológica.

Sobre o autor

Ex-professor da Universidade de Columbia, Eric Siegel é o fundador da Predictive Analytics World e editor executivo do portal The Predictive Analytics Times.

 

Resumo

Big data e as previsões

Imagine que estamos em 2022. A análise preditiva (AP) desempenha um papel crucial em sua vida, começando com o seu trajeto para o trabalho. Quando você entrar no seu carro, um modelo preditivo vai utilizar a biometria para verificar a sua identidade. O Spotify vai acessar músicas com base na previsão dos seus gostos musicais. Conforme você vai dirigindo, uma “tectária social” lê os feeds do Facebook, as vagas disponíveis na CareerBuilder e as respostas que recebeu no site de namoro Match, tudo conforme o que ela acredita ser do seu interesse. Você vai receber da Siri orientações e notificações sobre o tráfego. Se você tirar os olhos da estrada por muito tempo, seu carro vai avisar vibrando o seu assento. Se surgir uma ameaça mais grave, como um motorista distraído ou uma criança prestes a atravessar a rua, o seu carro vai soar um alarme. O sistema AP do seu veículo verifica o motor e avisa você sobre qualquer avaria mecânica iminente.

Estas interações são apenas os usos mais óbvios da AP. Outros exemplos operam nos bastidores. Você comprou o carro com um empréstimo aprovado devido à sua boa pontuação de crédito. A sua seguradora...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Big Data na Prática
7
Força Digital
8
Hacking Marketing
8
Mente + Máquina
8
O Imperativo da Ativação
8
A Tirania das Métricas
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo