Resumo de As Big Techs Estão se Fundindo com o Big Brother? Parece Que Sim

Procurando pelo artigo?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

As Big Techs Estão se Fundindo com o Big Brother? Parece Que Sim resumo
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

10

Qualidades

  • Polêmico
  • Revelador
  • Visionário

Recomendação

A tecnologia finalmente alcançou a ficção científica. A sua TV pode estar observando você, como em 1984, e você pode falar com seus fones de ouvido exatamente como a esposa de Montag em Fahrenheit 451. Mas será que o governo vai se unir a empresas de tecnologia para controlar todos os aspectos da sua vida, exatamente como naqueles romances? Em caso afirmativo, como seria? Neste artigo da Wired, o escritor David Samuels examina as ações recentes e potencialmente distópicas dos governos e das grandes empresas de tecnologia sob as lentes da filosofia e da ficção científica.

Sobre o autor

O trabalho de David Samuels tem sido publicado na The New York Times Magazine, The New Yorker, The Atlantic, Wired e N=1, entre outras. Ele trabalhou como editor colaborador na Harper's Magazine e como editor literário na Tablet.

 

Resumo

Empresas de tecnologia estão cooperando com governos para criar sistemas de vigilância digital.

A China está implementando um “sistema de classificação social” com a ajuda da tecnologia de dados. Os cidadãos chineses que realizarem ações que agradem ao Partido Comunista Chinês vão acabar no “canal verde”, desfrutando de acesso facilitado a empregos, assistência médica e oportunidades de viagens. Enquanto isso, aqueles que desagradam o partido vão ter as suas opções limitadas de muitas formas, com impactos maiores e menores. Por exemplo, a classificação social de uma pessoa afeta se ela pode deixar a China.

Cidadãos em países ocidentais podem se chocar com a ideia de um governo partidário que emprega um sistema de controle social, mas muitos não sabem que os seus dados já foram coletados, analisados e vendidos para fins de marketing. As mesmas empresas americanas que atualmente vendem dados de usuários na América estão seguindo o caminho dos governos estrangeiros em projetos ainda mais polêmicos. A Google criou o Dragonfly para o governo chinês, um mecanismo de pesquisa que restringe o acesso a informações quando um usuário pesquisa termos como “protesto estudantil” ...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Como a Evolução do Conteúdo de Vídeo Vai Influenciar a Visibilidade da Marca em 2021
10
As Lições Que Temos Aprendido com o Zoom
8
O Poder Transformacional da Recomendação
9
Não Basta Criar um Webinar
8
Todos os Olhos Voltados ao Zoom
9
O que é Job Crafting?
9

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo