Resumo de Bumerangue

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Bumerangue resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Abrangente
  • Analítico
  • Panorama Geral

Recomendação

Conforme a zona do euro vai enfrentando as repercussões da crise financeira, em que as nações devedoras insistem no fim da austeridade enquanto a poderosa Alemanha se recusa a ceder, vale a pena voltar ao passado e ver como tudo começou. Jornalista financeiro e especialista em narrativas fortes, Michael Lewis viajou pela Islândia, Irlanda, Grécia e Alemanha para jogar uma luz bem-humorada no comportamento irresponsável e totalmente estranho que levou a Europa a um aperto duradouro. O registro irônico e de fácil leitura das viagens de Lewis retrata histórias individuais e apresenta expressões memoráveis dos europeus, repletas de desgosto, provocação e vergonha. A visita do escritor à Califórnia suburbana no final do livro vai tirar o seu sono durante os próximos meses. Há um ponto positivo: você vai poder desfrutar em primeira mão da habilidade de escrita de Lewis. A getAbstract recomenda este bestseller a quem se preocupa com o futuro da saúde financeira mundial. Recorde os primórdios da crise e veja o quão longe (ou não) chegou a economia mundial.

Sobre o autor

Michael Lewis, autor de bestsellers como Moneyball, A Jogada do Século e O Jogo da Mentira, também já escreveu para as revistas Vanity Fair, The New York Times e Slate.

 

Resumo

A crise da Islândia

A Islândia se tornou um participante surpreendente dentro da bolha econômica que explodiu de forma espetacular em 2008. Os bancos da Islândia tinham apenas alguns bilhões de dólares em 2003, porém por volta de 2006-2007, seus ativos chegaram a quase US $ 150 bilhões, muitas vezes superior ao PIB do país. Este aumento marcou a “mais rápida expansão de um sistema bancário na história da humanidade”. Com o início da crise financeira mundial, os bancos da Islândia perderam “US$ 100 bilhões”, algo em torno de “US$ 330 mil” para cada cidadão. Os bancos acumularam passivos equivalentes a 850% do PIB do país.

Antes de 2008, a economia da Islândia cresceu juntamente com o valor da sua moeda, a coroa. Islandeses cometeram o erro fatal de tomarem empréstimos em moeda estrangeira, com taxas de juros mais baixas, para financiar as suas compras. Esse esquema funcionou muito bem enquanto a coroa continuava subindo. Com o estouro da bolha imobiliária e a queda da coroa, os islandeses passaram a possuir “casas de US$ 500 mil com hipotecas de US$ 1,5 milhão” por quitar. A dependência das importações significava gastos domésticos maiores com uma moeda desvalorizada...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

O Fim da Europa
7
A Luta pela Catalunha
7
O Fim do Século Asiático
8
Implacável Mundo Novo
8
Relatório Sobre os Riscos Globais de 2018
9
Cidades Criativas
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo