Resumo de Comunicação Organizacional Estratégica

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Comunicação Organizacional Estratégica resumo de livro

Avaliação Editorial

8

Qualidades

  • Analítico
  • Para Especialistas

Recomendação

A comunicação organizacional é um “fenômeno” corporativo e a sua gestão deve ser estratégica para promover interações online e offline estruturadas e coerentes, é o que afirma a professora Margarida Maria Krohling Kunsch. Nesta coleção aprofundada de abordagens conceituais e aplicadas escolhidas para responder estrategicamente às “novas demandas sociais e do mercado cada vez mais competitivo”, os diversos autores selecionados por Kunsch convidam os líderes corporativos mais experientes para uma conversação que os motive a se posicionarem institucionalmente, desenvolverem e consolidarem as suas marcas e gerirem melhor os relacionamentos internos e externos.

Sobre a autora

Margarida Maria Krohling Kunsch, PhD, é professora titular e pesquisadora da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Ela criou e é diretora da Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación e da Organicom – Revista Brasileira de Comunicação Organizacional e Relações Públicas.

Resumo

A comunicação organizacional deve ser considerada um “fenômeno” e um processo que gera uma interação contínua entre os diversos interlocutores.

A comunicação, em sua essência, está intimamente ligada às dinâmicas sociais e todos os fatores observados no âmbito “social, político, econômico, cultural, ecológico e tecnológico”. O mesmo acontece com a comunicação nas organizações. Esta dinâmica influencia “teorias, técnicas, meios e instrumentos” para que construam e consolidem as marcas e orientem os relacionamentos, adequando-os à modernidade.

Sendo parte ativa das sociedades, as organizações acabam sendo afetadas por essas mudanças, o que as estimula a abordar a comunicação de forma mais estratégica, integrada e “planejada com base em pesquisas científicas e análise e interpretação de cenários”. Isto exige uma visão de mundo criteriosa capaz de aproximar as áreas de relações públicas com a comunicação institucional e interna, bem como as iniciativas de marketing com a comunicação mercadológica.

Várias transformações políticas e socioeconômicas alteraram o cenário da comunicação no contexto latino-americano.

A instabilidade político-social promovida pela...


Comente sobre este resumo

Mais deste tópico

O Poder do Distanciamento Virtual
8
A Falácia da Tecnologia
9
Reimaginando a Colaboração
9
Liderança em Tempos de Crise
7
Planas, Fluidas e Velozes
8
Luxo Digital
8

Canais Relacionados