Resumo de Conduzindo com Excelência

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Conduzindo com Excelência resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

7 Geral

7 Importância

7 Inovação

7 Estilo


Recomendação

O executivo Mark Aesch enfrentou um grande desafio em 2004, quando se tornou CEO da Rochester Genesee Regional Transportation Authority (RGRTA), um serviço público de ônibus de Nova York disfuncional e à beira da falência. Empregando as melhores práticas do mundo dos negócios e demonstrando uma liderança forte, Aesch fez uma reviravolta na RGRTA, oferecendo um serviço de qualidade e tornando a empresa rentável. Aesch descreve como alcançou este milagre através do bom senso, coragem moral, propósitos e estratégias claras que podem ser aplicadas em muitas empresas e situações de liderança. A getAbstract recomenda este compreensível mapa de gestão proposto por Aesch para quem precisa energizar uma organização com baixo desempenho.

Neste resumo, você vai aprender:

  • Por que a Rochester, uma empresa de transportes de Nova York estava em sérios apuros; e
  • Quais as técnicas de gestão que o CEO Mark Aesch usou para transformar a empresa através do seu programa “Conduzindo com Excelência”.
 

Sobre o autor

Mark Aesch é o CEO da Genesee Rochester Regional Transportation Authority (RGRTA) em Rochester, New York.

 

Resumo

O Garoto do Interior que se Saiu Bem

A Reviravolta Dramática

Uma Companhia com os Quatro Pneus Furados

Sob Nova Direção

Solidificando a Missão e a Visão

Rédeas Curtas nas Finanças

Medição e Monitoramento

Criando Mudanças

Mark Aesch, o atual CEO da Genesee Rochester Regional Transportation Authority (RGRTA) em Nova York, cresceu em uma fazenda. As lições tiradas de quando era jovem, do trabalho duro e do sacrifício, bem como a prática de definir prioridades (por exemplo, alimentar as vacas antes do café da manhã), tornaram-se um instrumento de sucesso na RGRTA. Quando ele assumiu o cargo, estava diante de uma empresa pública disfuncional, mal gerida e extremamente ineficiente, com um deficit de US $ 27,7 milhões.   Em seus primeiros dias no cargo, os conselheiros lhe disseram que a sobrevivência da RGRTA dependia do aumento global das tarifas em 40% (e 200% para deficientes físicos), da diminuição dos serviços em cerca de 65% e do corte de pessoal em cerca de 25%. Aesch não faria nada disso. Em vez disso, ele reformou com coragem a cultura perversa e autodestrutiva da empresa e fez da execução premium...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Driverless
8
Guiados Pelo Encantamento
8
O Condutor do Carro Autônomo
9
Um Ótimo Lugar para Trabalhar para Todos
7
A Revolução Digital
8
Vontade Inabalável
7

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo