Resumo de Construindo Comunidades de Marca

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Construindo Comunidades de Marca resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Abrangente
  • Bem-Estruturado
  • Exemplos Práticos

Recomendação

Organizações de todos os tipos – incluindo empreendimentos comerciais, grupos políticos, fã-clubes e associações profissionais e artísticas – buscam construir comunidades com base em interesses compartilhados e, ao mesmo tempo, oferecer benefícios à marca. Os autores Carrie Melissa Jones e Charles H. Vogl se empenham em ajudar você a fundar, construir e operar uma comunidade de marca, atendendo tanto as necessidades dos participantes como os objetivos da organização.

Sobre os autores

Carrie Melissa Jones fundou a consultoria de comunidade de marca Gather Community Consulting. Ela foi sócia fundadora e COO da CMX. Charles H. Vogl, consultor executivo e palestrante convidado em Yale, escreveu The Art of Community e Storytelling for Leadership.

 

Resumo

Uma comunidade de marca serve os seus membros e sua organização.

Uma comunidade é um grupo cujos membros compartilham um ou mais interesses mútuos. Algumas comunidades crescem em torno de marcas específicas. Uma marca pode ser uma organização de qualquer tamanho e para qualquer finalidade que ofereça valor, incluindo organizações sem fins lucrativos – políticas, artísticas e religiosas –, além de empresas com fins lucrativos. Uma comunidade de marca serve os seus membros e sua organização, já que os integrantes desejam promover o bem-estar uns dos outros, associar-se a uma identidade correlacionada ao propósito da marca e participar de experiências compartilhadas.

Todas as comunidades de marca – independentemente do tamanho, objetivos ou idade – compartilham princípios comuns.  Os membros entendem os valores, identidade e padrões da comunidade. Eles passam por uma iniciação, participam regularmente e têm relacionamentos uns com os outros – embora nem todos que se associem à comunidade participem ativamente. Para converter visitantes em membros, ofereça a opção de participar e se conectar, crie condições que promovam relacionamentos e camaradagem e ofereça um caminho...


Mais deste tópico

O Segredo do Airbnb
7
A Transação Infinita
9
Cultura de Conexão, 2ª Edição
9
THRIVE – Encontros Transformadores
8
Desastres
9
Histórias de Ninar para Gerentes
7

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo