Resumo de Estratégia

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Estratégia resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

9

Qualidades

  • Abrangente
  • Analítico
  • Exemplos Práticos

Recomendação

Uma das principais autoridades mundiais em guerra e análise estratégica, Sir Lawrence Freedman apresenta uma história da estratégia (“a arte de se criar poder”) de um alcance e erudição assombrosos. Freedman começa estabelecendo a universalidade do pensamento estratégico (até os chimpanzés elaboram estratégias) e passa a conduzir os leitores a uma expedição através da história do mundo ocidental, traçando o desenvolvimento do pensamento estratégico nas guerras, na política e nos negócios. Um de seus principais temas é que mesmo a melhor estratégia não pode fazer mais do que tentar subjugar um mundo complexo e obstinado. Como a maioria das estratégias, no entanto, este compêndio completo parece condenado, de uma maneira conceitual, ao fracasso: ele não é capaz de cobrir todas as facetas importantes do assunto e a sua profundidade é desigual. Como diz o próprio Sir Lawrence, “a estratégia tem a ver com o poder e como criá-lo, mas também tem a ver com a capacidade de entender as limitações de poder”. No final das contas, a sua história, apesar de ser uma conquista tremenda, é uma lição sobre os limites da ambição e controle humanos – e a imprevisibilidade incorrigível do mundo.

Sobre o autor

Sir Lawrence Freedman, professor emérito de estudos de guerra no King's College de Londres, é também o autor de Kennedy’s Wars: Berlin, Cuba, Laos and Vietnam e A Choice of Enemies: America Confronts the Middle East.

 

Resumo

Estratégia

As pessoas querem mudar o curso futuro dos eventos, redistribuir o poder e obter controle sobre o seu ambiente. Esses desejos não são simples de satisfazer. Os interesses conflitantes de várias partes e outros fatores imprevisíveis acabam pesando. Por exemplo, aqueles que querem mudar eventos podem não ter força ou poder suficientes. Este é o reino da estratégia.

Estratégia não é meramente planejamento. Os seres humanos utilizam a estratégia quando reconhecem que mesmo os melhores planos podem dar errado, e lutam contra as forças que frustram os seus planos, incluindo outras pessoas, circunstâncias e sorte. Frequentemente, essas forças respondem e as pessoas devem responder também. Essa interação – uma situação fluida que requer flexibilidade e constante modificação – é essencial para a estratégia. Os chimpanzés, por exemplo, utilizam a estratégia durante os conflitos de poder e território, sugerindo que os elementos da estratégia transcendem à experiência humana. A Bíblia dá exemplos iniciais de estratégia em ação – como a famosa batalha de Davi e Golias e a história do Êxodo. Nas histórias da Bíblia, o sucesso geralmente depende da fé ou obediência...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Segurança Nacional de Israel
8
Grandes Poderes, Grandes Estratégias
6
Reis e Presidentes
8
O Grande Nivelador
8
Irã
7
Vizinhos Mais Próximos
9

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo