Resumo de Finanças Para Uma Boa Sociedade

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Finanças Para Uma Boa Sociedade resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

7

Qualidades

  • Abrangente
  • Panorama Geral
  • Inovativo

Recomendação

O que há de tão bom no setor financeiro? Muito, de acordo com o conhecido economista Robert J. Shiller. Em um momento em que 99% das pessoas estão indignadas com os excessos e erros do mercado financeiro, a voz de Shiller vem ressoar, de forma apaixonada e equilibrada, em defesa da importância do sistema financeiro para a sociedade. Segundo o autor, apesar das “maçãs podres”, a maior parte dos profissionais neste ramo de atividade é inteligente, honesta e trabalhadora e contribui para o avanço da sociedade e da economia, beneficiando assim a todos nós, não apenas os mais ricos. Apesar de Shiller ter razão sobre a forma como as finanças geralmente contribuem para a sociedade, a sua apresentação um tanto simplista tende a encobrir alguns exemplos flagrantes recentes de ganância e travessura empresarial. Embora cite alguns exemplos de comportamentos duvidosos, o autor considera os banqueiros de investimento verdadeiros “guardiões da paz”. Bem, talvez você não fosse tão longe, mas a getAbstract sugere esta exposição bastante lúcida de Shiller sobre a responsabilidade dos envolvidos no mercado financeiro a todos aqueles que aplaudem a chegada das reformas necessárias para o bom funcionamento do motor financeiro global daqui em diante.

Sobre o autor

Professor de economia da Yale, Robert J. Shiller escreveu o bestseller Exuberância Irracional e é coautor de O Espírito Animal.

 

Resumo

O Sistema Financeiro: Herói ou Vilão?

Poucas pessoas veem o campo das finanças como uma ferramenta útil para melhorar a qualidade de vida da humanidade, especialmente após a recessão de 2008. De fato, a percepção do público é o oposto: revelações expondo a ganância, as trapaças e a imprudência do setor o tornaram alvo da ira e frustração das pessoas afetadas pela devastação econômica.

Normalmente, a função das finanças é gerenciar e aumentar a riqueza dos investidores e poupadores, que não combina com a definição histórica da “boa sociedade”, que se esforça por promover igualdade e justiça para todos: ricos e pobres. No entanto, o “capitalismo financeiro”, ou “o sistema econômico dominado por transações financeiras e não pela grande indústria ou comércio”, tem um papel importante a desempenhar na promoção dos objetivos humanos. As finanças fornecem uma “arquitetura de objetivos”, um conjunto de maneiras pelas quais a sociedade pode alavancar os interesses de todos os seus membros.

A derivação latina de “finanças” é finis, ou “fim”. Como verbo, “financiar” significa alcançar um objetivo. Empréstimos, fusões e hipotecas são apenas meios para se atingir...


Mais deste tópico

Do mesmo autor

O Espírito Animal
8

Os clientes que leem esse resumo também leem

O Capital e o Bem Comum
8
A Tirania das Métricas
8
Apenas se Vive uma Vez
8
O Futuro da China
7
Blockchain Revolution
9
Estabilizando uma Economia Instável
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo