Resumo de Gente Boa, Gerente Ruim

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Gente Boa, Gerente Ruim resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8 Geral

9 Aplicabilidade

7 Inovação

8 Estilo


Recomendação

Samuel A. Culbert, professor de administração da UCLA, examina a natureza sistêmica dos problemas de gestão e suas raízes nos hábitos culturais. A leitura das duas primeiras partes do seu manual pode fazer você se assustar com o seu próprio comportamento – ou do seu chefe – mas estas partes de difícil digestão fornecem o contexto para que Culbert apresente as suas recomendações para uma mudança positiva. O título não tão sutil convida você a iniciar uma conversa significativa e produtiva com o seu chefe, assim que você estiver pronto para implementar as mudanças sugeridas por Culbert. A getAbstract recomenda o método inteligente e prático do autor a gestores de recursos humanos que procuram incentivar o moral, cultura e comunicação no contexto das suas organizações, bem como a líderes conscientes e jovens profissionais que têm a intenção de progredir na carreira de gestão.

Neste resumo, você vai aprender:

  • Como se manifesta a “má gestão”;
  • Por que “pessoas boas” e bem-intencionadas se transformam em “maus gestores”, e
  • O que as empresas podem fazer para promover uma cultura de “boa gestão”.
 

Sobre o autor

Samuel A. Culbert leciona na Anderson School of Management da Universidade da Califórnia em Los Angeles e escreve com frequência para revistas de gestão. Ele é autor ou coautor de outros sete livros sobre gestão, incluindo Get Rid of the Performance Review, The Organization Trap e Don’t Kill the Bosses!

 

Resumo

Quando a má gestão é a norma

Os funcionários sempre dão o seu melhor quando trabalham para gestores encorajadores, operam de forma eficaz, recebem reconhecimento e sabem que estão progredindo rumo a objetivos que trazem o máximo de valor. O trabalho não precisa drenar o seu espírito, mas quando a má gestão é generalizada é exatamente isto que acontece.

Geralmente, os maus gerentes são pessoas com boas intenções que não estão cientes das forças que estimulam o seu comportamento e do impacto negativo das suas ações. A maioria dos gerentes é justa, tenta lidar com os problemas de forma inteligente e está atento às preocupações e objetivos pessoais dos seus colaboradores. Mas em alguns momentos cruciais, como na hora de tentar conquistar apoio para determinado projeto, os gerentes podem acabar buscando apenas o seu próprio benefício. Além disso, muitos também apresentam uma espécie de “incompetência hábil”, tornando-se mestres em inserir as pessoas na cultura da empresa, mesmo que negativa; desta forma eles não teriam interesse em mudar o seu comportamento, e acabariam arriscando muito se o fizessem.

Gestão de competências acadêmicas

Os diplomas das principais...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

O Caminho do Gestor
8
Hackeando a sua Cultura
7
Escalonando Equipes
8
O Líder que Sabe Escutar
7
Gestão pela Felicidade
8
Mova-se
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo