Acesse a sua conta getAbstract para obter o resumo!

Inovação + Igualdade

Acesse a sua conta getAbstract para obter o resumo!

Inovação + Igualdade

Como criar um futuro melhor

MIT Press,

15 min. de leitura
4 horas poupadas
7 Ideias Fundamentais
Áudio & Texto

Sobre o que é?

A inovação aumenta a desigualdade, mas é possível criar um futuro mais justo.


Avaliação Editorial

9

Qualidades

  • Analítico
  • Revelador
  • Conhecimento de Causa

Recomendação

O mundo nunca esteve tão avançado tecnologicamente, mas continua muito desigual. A automação substitui muitos trabalhadores e as startups passam dificuldades, enquanto as grandes empresas têm lucros recordes. Joshua Gans, diretor de um programa de inovação e empreendedorismo na Escola Rotman da Universidade de Toronto, e Andrew Leigh, político e ex-professor de economia, mostram como a inovação provoca a desigualdade, e como criar um futuro melhor. Com argumentos econômicos, tecnológicos e do empreendedorismo, eles defendem ser possível inovar sem aumentar a desigualdade.

Resumo

Os avanços tecnológicos têm provocado níveis crescentes de desigualdade.

Nos EUA, os 300 mil mais ricos possuem tanta riqueza como os 270 milhões mais pobres. Em média, o trabalhador de uma grande empresa precisa trabalhar 312 anos para atingir a remuneração do seu CEO. Entre 1980 e 2014, o aumento anual de renda dos americanos desfavorecidos foi de 0,6%, contra 3% no grupo dos 1% com renda maior; o grupo crescente dos bilionários obteve ainda mais.

Os profissionais dos setores tecnológico e da saúde consideram que a tecnologia ajuda a humanidade. Os que não têm habilidades, bens ou emprego receiam que a IA possa substituir os humanos, com inovações como as vendas online, fábricas totalmente automatizadas e robôs. Apesar das abordagens habituais das empresas e dos governos, é possível promover a inovação sem prejudicar a igualdade.

Os danos colaterais da inovação podem ser atenuados ao aplicar os princípios da destruição criativa e da incerteza irresolúvel.

Em Capitalismo, Socialismo e Democracia, o economista Joseph Schumpeter mostrou como as invenções promovem o progresso, mas destroem empresas, empregos e setores. Nesta ...

Sobre os autores

Joshua Gans é professor e presidente de um programa de inovação e empreendedorismo na Escola Rotman da Universidade de Toronto. Andrew Leigh é um político australiano e ex-professor de economia.


Comente sobre este resumo

Mais deste tópico