Resumo de Liderança em Rede

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Liderança em Rede resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Bem-Estruturado
  • Exemplos Práticos
  • Panorama Geral

Recomendação

Em muitas organizações, a liderança se tornou uma verdadeira confusão. As soluções para aprimorar a liderança muitas vezes dependem de conceitos e crenças ultrapassados e do paradigma de vários níveis de autocratas centralizadores. Para superar essa “doença da liderança”, afirmam os professores Charles C. Manz e Craig L. Pearce, a sua empresa deve ir além das táticas convencionais e abraçar a “liderança em rede”. Esta estratégia aborda a liderança como um “processo social complexo” que interliga a autoliderança, a superliderança, a liderança compartilhada e a liderança socialmente responsável”. Os autores defendem as atribuições gerenciais flexíveis e partilha do poder. Embora os autores lancem mão de jargões em excesso, o livro é de fácil leitura. Eles tiveram o cuidado de incluir gráficos úteis, diagramas e ilustrações, bem como páginas com exercícios no final de cada capítulo para consolidar as lições aprendidas. A getAbstract recomenda a abordagem dos autores a executivos que buscam um novo olhar sobre as questões inerentes à liderança.

Sobre os autores

Charles C. Manz, PhD, ensina sobre liderança na Isenberg School of Management da Universidade de Massachusetts. Craig L. Pearce, PhD, é professor do Mitchell College of Business da University of South Alabama.

 

Resumo

Quando a liderança é um emaranhado

A liderança hierárquica e centralizada tradicional cria verdadeiros atoleiros organizacionais. A maioria das sugestões para aprimorá-la ou substitui-la vem dos chamados líderes de pensamento que não têm base suficiente na disciplina da liderança. Muitos executivos da alta gestão acreditam que ao se tornarem líderes passam a ser instantaneamente mais inteligentes que seus colegas. Por causa da sua posição, acreditam que suas ideias e intenções devem ter precedência sobre todas as demais. Com o tempo, os funcionários passam a reconhecer o caráter real desses executivos como chefes e não como líderes. Neste ponto, é comum que tais executivos – a personificação da “doença da liderança” autocrática – saiam para afligir novas organizações. O currículo típico das escolas de gestão faz com que esses padrões se repitam. Os professores ensinam aos alunos o poder da influência dos que detêm a autoridade sobre os que estão abaixo deles. Muitos acadêmicos apoiam a “teoria da agência”, um paradigma que sugere que a maioria das pessoas abusa dos privilégios que desfrutam. Como resultado, as pessoas com autoridade sentem que devem manter a rédea curta ...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Liderança Humilde
8
O Líder de Alto Potencial
8
Liderando Empresas de Serviços Profissionais
9
Um Ótimo Lugar para Trabalhar para Todos
7
Os Hábitos do Líder
7
Pare de Vender e Comece a Liderar
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo