Resumo de O Fim do Euro

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

O Fim do Euro resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Polêmico
  • Abrangente
  • Revelador

Recomendação

Com o contágio da crise econômica na Europa de país para país, você pode estar se perguntando onde isso vai parar. O jornalista belga Johan Van Overtveldt diz que tudo vai inevitavelmente acabar em lágrimas. O título do seu novo livro pode ser conclusivo, mas antes de tentar convencer você, o autor expõe com cuidado as razões que levaram à fundação da União Europeia e explica como políticos bem-intencionados, porém míopes, definiram um plano que já nasceu condenado. Ele não poupa ninguém em sua avaliação contundente sobre a má gestão da crise que começou em 2009, mas culpa em particular os líderes europeus pela incapacidade de colocar de lado os interesses nacionalistas em favor da união. Se você deseja compreender mais profundamente o que está acontecendo com o euro, a getAbstract recomenda a leitura desta avaliação sóbria e realista da Europa do presente e futuro.

Sobre o autor

Johan Van Overtveldt, PhD em “economia aplicada”, é editor-chefe da revista de negócios belga Trends e ex-Diretor Geral do grupo de reflexão econômica belga VKW Metena.

 

Resumo

A Crise do Euro

Aula de História

Rumo à União Econômica

Com o aumento da crise financeira que tomou conta da Europa no final de 2009, políticos, economistas e observadores encontraram vários culpados. Primeiro, negaram que o pânico financeiro que varria os EUA teria algum impacto sobre a Europa. Em seguida, jogaram a responsabilidade pelo agravamento da situação aos especuladores e mercados financeiros e, finalmente, censuraram a Grécia e a Irlanda por suas políticas fiscais indisciplinadas. Mas apesar de ser possível identificar a gênese do problema na má conduta de algumas nações quanto às questões econômicas, o motivo real do euro estar em perigo remonta ao início da “grande ideia” do continente.   Planos e tentativas de unificação econômica e política do continente europeu remontam ao início dos anos 1800, quando os então separados estados da Federação Alemã efetivamente implementaram uma união monetária real: instituíram duas moedas e abriram mão do controle monetário em favor da Prússia, o mais poderoso dos estados alemães. Em meados do século 19, França, Bélgica, Itália, Suíça e Grécia juntaram forças econômicas na União Monetária Latina (LMU), ...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

O Fim da Europa
7
A Luta pela Catalunha
7
O Grande Nivelador
8
Relatório Sobre os Riscos Globais de 2018
9
Como a Mudança Populacional Vai Transformar Nosso Mundo
8
Implacável Mundo Novo
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo