Resumo de O Futuro da China

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

O Futuro da China resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

7

Qualidades

  • Revelador
  • Abrangente

Recomendação

O professor David Shambaugh emite um alerta para aqueles que acreditam que o progresso da China é imparável. Ele relata que o país deve superar os seus obstáculos enormes para ser capaz de se desenvolver plenamente e explica por que o país pode acabar não sendo bem-sucedido, tornando-se mais nacionalista e repressivo. Shambaugh relaciona os principais problemas chineses, como a necessidade de inovação e melhor desempenho do setor de serviços, a questões mais profundas, incluindo a esperança de que o Partido Comunista Chinês abra mão do seu domínio, especialmente no setor financeiro. Até agora, a China tem desafiado a ideia ocidental de que o sucesso econômico depende da democratização. A getAbstract recomenda esta visão panorâmica inteligente da economia chinesa a qualquer pessoa que esteja investindo ou negociando na China, ou que esteja planejando fazê-lo.

Sobre o autor

David Shambaugh é professor de Ciências Políticas e Relações Internacionais da Universidade George Washington, bem como diretor do seu Programa de Políticas para a China. Ele é também membro sênior não residente do Programa de Estudos de Política Externa da Brookings Institution.

 

Resumo

Desenvolvidos ou em desenvolvimento?

Com o crescimento econômico desacelerando em grande parte do mundo, o futuro da China assume especial importância. Hoje, a sua economia é uma locomotiva puxando expressivos 35% do crescimento total do PIB global. Apesar das advertências para um cenário desolador, a economia da China ainda está crescendo a níveis de fazer inveja. Nenhuma nação jamais progrediu com sucesso rumo a uma economia moderna e desenvolvida sem se democratizar. Desde 1960, 101 nações já obtiveram o status da renda média, mas apenas 13 destas se tornaram países de renda alta e plenamente desenvolvidos.

A era Deng Xiaoping definiu um modelo econômico em movimento que se baseava no “investimento pesado em ativos fixos a nível interno (principalmente em infraestrutura) somado à manufatura de exportação de baixo custo”. Esta estratégia trouxe ganhos maciços, mas neste momento experimenta uma “diminuição nos resultados”. O PIB gerado pelo crédito em infraestrutura e fabricação de produtos exportados caiu significativamente, enquanto os salários e outros custos começaram a subir, reduzindo assim a competitividade da China. Outros países de renda...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

O Triângulo Chinês
7
O Fim do Século Asiático
8
A Terceira Revolução
7
Fim de uma Era
8
Grandes Poderes, Grandes Estratégias
6
Relatório Sobre os Riscos Globais de 2018
9

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo