Resumo de O Inverno Está Chegando

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

O Inverno Está Chegando resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Aplicável
  • Inovativo

Recomendação

Nesta crítica sobre Vladimir Putin, o dissidente russo exilado e ex-campeão de xadrez Garry Kasparov alega que o declínio da Rússia rumo ao fascismo está quase completo e o mundo ocidental ainda ignora este fato. Kasparov oferece argumentos detalhados sobre a forma como Putin frauda eleições e saqueia bens, bem como promove guerras e trata as demais nações. Apesar de toda a sua inteligência, Kasparov por vezes soa ingênuo quando a história se torna pessoal. Ele se mostra chocado por ter sido agredido por policiais russos quando resistiu à prisão em um protesto anti-Putin. Kasparov não está preocupado com a objetividade. Ele se opôs a Putin quando vivia na Rússia e fugiu do país, porque temia por sua vida. Neste livro, o autor oferece um olhar critico para a Rússia sob o braço forte de Putin. A getAbstract recomenda este texto polêmico de Kasporov a investidores, decisores políticos, estudantes, professores, líderes de ONGs e viajantes que buscam compreender como funciona a Rússia nos dias de hoje.

Sobre o autor

O ex-campeão mundial de xadrez Garry Kasparov é também ativista pela democracia e vive no exílio em Nova York.

 

Resumo

A morte da democracia

A democracia russa está praticamente morta. Vladimir Putin a sufocou com suas tendências totalitárias e os líderes ocidentais não estão dispostos a intervir. Por alguns anos, depois da queda do comunismo soviético em 1991, a Rússia experimentou um processo confuso, porém promissor rumo à democracia. Em 2000, Putin assumiu a presidência. A partir daí, o ex-agente da KGB fraudou eleições, corrompeu o sistema judiciário, sufocou os meios de comunicação independentes, roubou os bens de oligarcas que o desafiaram e matou centenas de pessoas feitas reféns em 2002 e 2004.

Em 2008, Putin abriu mão da presidência depois de ter atingido o seu limite constitucional de dois mandatos de quatro anos. Ele assumiu o papel de primeiro-ministro e eliminou todos os resquícios de democracia da sociedade russa. Em 2013, as forças controladas por Putin brutalizaram manifestantes pacíficos e os juízes condenaram alguns deles a longas penas de prisão. Em 2014, Putin invadiu a Ucrânia e arrebatou a Crimeia. Por incrível que pareça, estas afrontas geraram apenas gemidos dos líderes das democracias ocidentais.

Assim como não se perde uma partida de xadrez com...


Mais deste tópico

Do mesmo autor

Não Tema as Máquinas Inteligentes. Junte-se a Elas
8

Os clientes que leem esse resumo também leem

Vizinhos Mais Próximos
9
O Fim da Europa
7
Inteligência Perceptiva
8
Relatório Sobre os Riscos Globais de 2018
9
Reis e Presidentes
8
Irã
7

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo