Resumo de Os Mitos da Felicidade

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Os Mitos da Felicidade resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

7

Qualidades

  • Aplicável

Recomendação

Muitas pessoas agem sob falsas suposições e expectativas ao buscar a felicidade e procuram evitar a infelicidade. Elas acreditam que as circunstâncias difíceis as condenam a uma vida de emoções atormentadas e desespero. A premiada psicóloga Sonja Lyubomirsky discorda. Ela examina os pressupostos comuns sobre a felicidade, explica por que eles são falhos e oferece insights sobre como ser feliz, mesmo diante das situações mais difíceis. Lyubomirsky explica como tomar melhores decisões rumo a atitudes positivas que possam impulsionar a sua busca pela satisfação. A getAbstract recomenda estes conselhos bem fundamentados aos que buscam mais alegria e aos que querem entender os fatores psicológicos que muitas vezes orientam mal a forma como as pessoas encaram as suas vidas.

Sobre a autora

Sonja Lyubomirsky é professora de psicologia da Universidade da Califórnia, em Riverside. Ela é também autora de A Ciência da Felicidade, título traduzido para 19 idiomas.

 

Resumo

Talvez

Um velho fazendeiro tinha um cavalo de carga valioso. Um dia, o animal fugiu. Os vizinhos do fazendeiro expressaram o seu pesar. “Que falta de sorte”, disseram. “Quem sabe”, rebateu o velho fazendeiro. No dia seguinte, o cavalo retornou com seis cavalos selvagens. “Que maravilha”, disseram os vizinhos. “Quem sabe”, disse o velho fazendeiro. O seu filho tentou montar em um dos cavalos selvagens, caiu da sela e quebrou a perna. Os vizinhos afirmaram que estava claro que o filho teve azar. “Quem sabe”, disse o velho fazendeiro. No dia seguinte, oficiais do exército chegaram para convocar os jovens da aldeia. Eles não levaram o filho do fazendeiro por causa da sua perna quebrada. Os vizinhos felicitaram o velho fazendeiro sobre a sorte do filho. O velho fazendeiro respondeu: “Quem sabe”.

Algumas palavras do poeta inglês William Blake explicam a moral desta história: “a alegria e a dor são bastante entrelaçadas”. O que parece ser felicidade muitas vezes acaba se mostrando algo bem diferente, pelo menos no longo prazo. Por outro lado, uma tristeza profunda pode abrandar com o tempo. Até mesmo as piores armadilhas na vida de alguém podem trazer, anos depois, alguns...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Os Cinco Ladrões da Felicidade
55 Anos, Subempregado e Fingindo Normalidade
9
O Ajuste Certo Importa
7
Recuperação Rápida
8
Empresas Espiritualizadas
8
A Alma do Dinheiro
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo