Resumo de Os Pequenos Riscos que Podemos Correr para Aumentar Nossa Sorte

Procurando pelo vídeo?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Os Pequenos Riscos que Podemos Correr para Aumentar Nossa Sorte resumo
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Aplicável
  • Exemplos Práticos
  • Para Iniciantes

Recomendação

Benjamin Franklin postulava que “a diligência é a mãe da boa sorte”. A professora de Stanford, Tina Seelig, concorda. Ela acredita que assumir pequenos riscos pode propiciar o surgimento de acasos felizes e delineia três estratégias simples para atrair os ventos da boa sorte para o seu caminho. A getAbstract recomenda a sua palestra muito instrutiva aos que não querem deixar a sorte ao acaso.

Sobre o Palestrante

Tina Seelig é diretora do Stanford Technology Ventures Program na Stanford School of Engineering.

 

Resumo

Os dicionários definem a sorte como “sucesso ou fracasso causado aparentemente pelo acaso”. Ao contrário do que se pensa, o acaso não é tão intrínseco à sorte. Algumas descrições de sorte costumam empregar a metáfora do “raio”; isto é, a sorte é um fenômeno que ocorre em incidentes repentinos, aleatórios e isolados. Mas uma analogia melhor é que a sorte se assemelha ao vento: ela sopra constantemente em direções diferentes e com intensidade variável. Portanto, construa uma vela capaz de “atrair os ventos da sorte”. Trabalhe especificamente para aprimorar três tipos de relacionamento:

  1. Mude o seu relacionamento...

Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Três Lições Sobre Tomadas de Decisão de uma Campeã de Pôquer
7
O Ingrediente Surpresa Que Faz os Negócios Funcionarem Melhor
8
O Que Você Pode Fazer para Prevenir o Mal de Alzheimer
8
Três Maneiras de Ser um Melhor Aliado no Ambiente de Trabalho
8
Garra
8
Liberando a Energia Empreendedora
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo