Resumo de Psicopata corporativo

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Psicopata corporativo resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

-

Qualidades

  • Aplicável
  • Bem-Estruturado
  • Importante

Recomendação

Embora seja muito difícil identificar um psicopata, pois são muito inteligentes e espertos, aprender a reconhecê-los e saber lidar com eles pode ser a sua única saída para não ser mais uma vítima desses predadores astuciosos. Amalia Sina descreve as características daqueles que sofrem deste mal e atuam no ambiente corporativo. Ela também descreve os comportamentos de quem sofre de outros transtornos, o que torna o seu trabalho ainda mais elucidativo. Nesta leitura, você irá encontrar algumas recomendações de como atuar no mesmo ambiente corporativo de um psicopata social e saber como se livrar dele sem danos. 

Sobre a autora

Amalia Sina é professora da Fundação Getúlio Vargas há mais de dez anos nos cursos de marketing e empreendedorismo. Além disso, já foi presidente de grandes empresas como a Philip Morris do Brasil e a Walita. Ela possui vasta experiência executiva e é autora de vários livros. Um deles é Marketing Global, que recebeu o Troféu Cultura Econômica Brasileira. Atualmente é diretora da Fiesp e atua no Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior. Também é empresária no ramo de cosméticos.

 

Resumo

A psicopatia é uma doença social com características, de ordem bioquímica e neurológica, que a diferencia de outras doenças sociais. 

A psicopatia pode ser desenvolvida de duas maneiras, uma é a adotada por psicopatas que cometem crimes, outra é aquela empenhada pelo psicopata no ambiente de trabalho, é desta que essa leitura irá tratar. A doença tem origem em alterações de ordem bioquímica e neurológica, e geralmente os níveis de testosterona são elevadíssimos, talvez por essa razão esteja mais presente entre pessoas do sexo masculino. 

 

A psicopatia se diferencia da sociopatia porque, apesar de ambas serem doenças sociais, a segunda não é de origem genética como a primeira. Os psicopatas não possuem comportamento agressivo, inclusive, deve-se ponderar a questão da violência como indicativo de psicopatia, pois, pessoas normais podem desenvolver temperamentos agressivos, praticar a violência ou serem egoístas, mas não são contumazes nisso e não agem de forma totalmente despreocupada com as pessoas ao seu redor. 

A bipolaridade, que consiste numa constante alteração de personalidade, em graus mais elevados pode se caracterizar...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

O Código do Estresse
9
Sua Equipe Ama as Segundas-Feiras… Certo?
9
O Futuro do Trabalho
9
Liderando Além do Ego
8
Liderança e Linguagem Corporal
8
Influência Extraordinária
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo