Resumo de Redes

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Redes resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Analítico
  • Bem-Estruturado
  • Aplicável

Recomendação

O autor Ernest van Peborgh apresenta as redes como um sistema integrado e midiático, portador do paradigma 2.0, que é entendido como um uma lógica nova da organização de conhecimentos que torna possível desenvolver de forma inteligente, prática e de fácil acesso novos direcionamentos frente à crise social e ambiental. Ele mostra que, mesmo com os recursos já limitados, ainda é possível construir um futuro mais sustentável de acordo com novos paradigmas. A getAbstract acredita que quem se interessa pela internet e suas formas de atuação social certamente irá se beneficiar das recomendações apresentadas ao longo da leitura deste livro.

Sobre o autor

O engenheiro e MBA pela Universidade de Havard Ernesto van Peborgh é empresário e atualmente se dedica a promover estudos sobre a sustentabilidade e desenvolver propostas para formas mais colaborativas de trabalho, baseadas na transparência, honestidade e interesse em compartilhar.

 

Resumo

As linguagens humanas

Através das linguagens o ser humano se socializa, produz, transmite e interpreta. Para Robert K. Logan, criador da revolucionária teoria das linguagens humanas, as linguagens estão associadas à própria evolução do ser humano e se originaram para corresponder a uma necessidade deste de ser capaz de organizar as informações que recebe, de uma forma inteligível para si e para os demais. As seis linguagens são: a fala, a escrita, a matemática, a ciência, a computação e a internet.

A fala surgiu há cerca de 50 mil anos. A fim de defender-se de seus predadores, os hominídeos, nossos antepassados da savana africana, precisaram adquirir diversas técnicas para fabricar ferramentas, dominar o fogo, organizar coletivamente a alimentação e caçar. Essas técnicas tornaram as suas vidas mais complexas, pois para que tais coisas fossem possíveis, o grupo precisaria de uma forma habilidosa de se comunicar. Primeiro utilizaram os gestos, depois, surgiu a linguagem verbal que gerou o pensamento conceitual. Assim, a fala e a conceituação surgiram juntas.

A escrita e a matemática também surgiram juntas e após a origem da fala, por volta de 3000 a.C, com a finalidade...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Consciência dos Dispositivos
7
Política do Futuro
9
Tecnologias Radicais
9
Conteúdo Digital de Ponta
7
Fazendo a Inovação Acontecer
9
Liderança em Rede
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo