Acesse a sua conta getAbstract para obter o resumo!

Um Mar de Dados

Acesse a sua conta getAbstract para obter o resumo!

Um Mar de Dados

Como o tsunami de dados está trazendo novas oportunidades de negócios

AMACOM,

15 min. de leitura
10 Ideias Fundamentais
Texto disponível

Sobre o que é?

O sucesso empresarial do futuro depende de uma boa gestão dos dados.

Avaliação Editorial

9

Qualidades

  • Inovativo
  • Aplicável

Recomendação

Christopher Surdak, um analista veterano em tecnologia, discute os desafios causados por grandes volumes de dados, ou “data crush”, incluindo a computação móvel, computação em nuvem e ascensão das redes sociais. As suas soluções envolvem transformar os seus clientes em parceiros de negócios, demolir as infraestruturas tradicionais, transferir os processos para a “nuvem” e considerar o poder de decisão humano lento demais para ser eficaz. O autor promete assim grandes mudanças e uma maior eficácia nas suas vendas e iniciativas de marketing e coloca à prova a sua criatividade e determinação, tudo para evitar que o impacto da avalanche de dados acabe sufocando a sua empresa. Ao final de cada capítulo, Surdak traz sugestões úteis e apresenta cenários futuros deste admirável mundo novo, apesar de beirar o improvável em certos momentos. A getAbstract recomenda as soluções visionárias de Surdak a gestores de planejamento e decisores que busquem uma visão funcional do futuro, e destaca o alerta do autor aos que acham ser possível continuar gerindo os negócios da mesma forma e sobreviver ao tsunami que se avizinha.

Resumo

Um mar de dados

As fontes básicas de dados são os dispositivos móveis, principalmente smartphones, os quais já somam mais de 6,8 bilhões em todo o mundo. Quatro “impulsionadores” estimulam a produção de dados: “penetração, conectividade, capacitação de dados e contexto”. Nos EUA, em 2012, as pessoas passaram 2,3 trilhões de minutos falando em celulares e enviando 2,27 trilhões de mensagens de texto.

Os smartphones e seus aplicativos, 25 bilhões destes baixados apenas na Apple, criam e consomem grandes quantidades de dados. O “contexto” se refere a quando e onde as pessoas enviam mensagens. O volume de dados que emerge da Internet, onde os dispositivos “conversam” entre si, vai ser maior que a quantidade de dados gerada pela comunicação humana, até 2020. Somente o Google Glass promete gerar um aumento maciço dos dados, conforme os usuários forem gravando e compartilhando fragmentos das suas vidas.

O Facebook e o Twitter se tornaram os grandes geradores de dados a nível global. Os usuários do Facebook acumularam 10,2 bilhões minutos de atividade diária em 2012. O Twitter chegou a 200 milhões de membros. A participação em massa das mídias sociais...

Sobre o autor

Christopher Surdak é profissional da área de TI com décadas de experiência na formulação de estratégias e sistemas de gestão de informação corporativa.


Comente sobre este resumo

Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem