Resumo de A África Alimentará a China?

Oxford UP, mais...

Compre o livro

A África Alimentará a China? resumo de livro
Será que a China planeja transformar a África na sua fonte de alimento nacional? A especialista em assuntos chineses Deborah Brautigam foi à África e à China para descobrir.

Avaliação

8 Geral

8 Aplicabilidade

8 Inovação

8 Estilo

Recomendação

Mais de 20% da população do mundo vive na China, país que conta com apenas 9% das terras aráveis do mundo e apenas 6% da sua água potável. A África tem as maiores extensões inexploradas de terra e água do mundo. A China é economicamente ativa na África e alguns observadores acreditam que a China planeja transformar a África na sua fonte alimentar nacional e condenar os africanos à fome. A especialista em assuntos chineses Deborah Brautigam viajou à África e China para pesquisar o nexo agrícola China-África. Ela apresenta resultados abrangentes e contraditórios, juntamente com 28 páginas de notas detalhadas, que podem surpreender você. Embora sempre politicamente neutra, a getAbstract recomenda as conclusões da autora relacionadas à alimentação global, agricultura, comércio a especialistas em desenvolvimento econômico, bem como a especialistas em temas relacionados à África e China e interessados na economia da globalização.

Neste resumo, você vai aprender:

  • Se a China está realmente buscando adquirir grandes faixas de terra agrícola na África
  • Como a China investe na terra e na agricultura africana
  • Como as fazendas da China na África mercantilizam os seus produtos
 

Resumo

Visão unilateral
Em um artigo de agosto de 2012, o economista-chefe do Banco Africano de Desenvolvimento acusou a China de ser a maior “devoradora de terras” do mundo, particularmente na África. Centenas de outros artigos e notícias lançaram uma mensagem semelhante: a China tem um programa...
Saiba os pontos essenciais deste livro em menos de 10 minutos. Saiba mais sobre os nossos produtos ou faça o login

Sobre a autora

A professora Deborah Brautigam é diretora do Programa de Desenvolvimento Internacional da Escola de Estudos Internacionais Avançados, ligada à Johns Hopkins University, em Washington, DC.


Comente sobre este resumo

Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Mais por categoria