Resumo de Warren Buffett e a Análise de Balanços

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Warren Buffett e a Análise de Balanços resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Inovativo
  • Aplicável

Recomendação

Os balanços contêm pistas sobre o desempenho futuro de uma empresa e a busca de Warren Buffett em encontrar tais indícios o tornou uma das pessoas mais ricas do mundo, de acordo com os especialistas sobre a vida do investidor, Mary Buffett (sua ex-nora) e David Clark. Enxergar a interpretação dos balanços através dos olhos de Warren Buffett é um exercício racional e instrutivo. É comum Buffett calcular coeficientes financeiros significativos a partir de itens constantes nos balanços para distinguir as empresas mais promissoras das restantes. Ainda que os novatos do setor financeiro sejam os que têm mais a ganhar com a leitura deste livro, os autores procuram incluir conteúdos avançados da “Buffettologia” para os investidores mais experientes. A getAbstract recomenda este livro aos leitores que buscam uma introdução básica da análise de balanço patrimonial e que queiram aprender como o “Oráculo de Omaha” escolhe a dedo os melhores investimentos.

Sobre os autores

Mary Buffett e David Clark escreveram outros quatro livros sobre as decisões de investimento de Warren Buffett. Autora e palestrante, Mary Buffett foi nora de Warren Buffett de 1981 a 1993; Clark, por sua vez, é sócio-gerente de um grupo de investimento privado.

 

Resumo

Os estilos divergentes entre Warren Buffett e seu mentor

Nos anos 1950, o economista e investidor profissional Benjamin Graham foi um dos mentores de Warren Buffett, o qual acabou se tornando uma das pessoas mais ricas do mundo. Graham foi o pioneiro na prática do investimento em valor, ou seja, na compra de empresas com baixos preços de ações. Buffett, aluno de Graham da Universidade de Columbia, trabalhou como analista da empresa de investimento de Graham. Ao lançar a sua própria empresa de investimentos, Buffett alterou em vários aspectos o método de Graham relacionado ao investimento em valor.

Por um lado, Buffett ignora a regra de Graham sobre vender as ações depois de valorizadas em 50%, porque muitas vezes os seus preços acabam subindo ainda mais. Graham preferia comprar uma ação com base no seu custo, ou seja, quanto menor, melhor. Buffett dá preferência a empresas de alta qualidade com fluxos de caixa previsíveis, por isso ele tende a pagar um “preço justo” por suas ações, não necessariamente o menor valor possível. Graham defendia a importância de se reunir uma carteira diversificada de ações, aumentando as chances de que as ações mais rentáveis compensassem...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Reciclagem de Materiais
8
55 Anos, Subempregado e Fingindo Normalidade
9
Gestão Nudge
7
Narrativas e Números
8
O Ajuste Certo Importa
7
O Código da Inspiração
7

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo