Resumo de Design Thinking em Saúde

Looking for the book?
We have the summary! Get the key insights in just 10 minutes.

Design Thinking em Saúde resumo de livro

Avaliação Editorial

10

Qualidades

  • Aplicável
  • Cativante
  • Inspirador

Recomendação

Você já entrou em um espaço e se sentiu em paz, ou trabalhou em um processo e vibrou pela facilidade com que a tarefa fluía, ou ainda utilizou um produto tão intuitivo em seu design que não precisou de instruções? Imagine essas experiências no contexto dos cuidados de saúde. É exatamente isso que Bon Ku e Ellen Lupton, especialistas em design de classe mundial, gostariam de criar. À primeira vista, o manual visa designers de produtos para a saúde, mas os exercícios que os autores fornecem vão ajudar qualquer pessoa envolvida no trabalho criativo ou na resolução de problemas.

Sobre os autores

O Dr. Bon Ku é diretor do Health Design Lab e reitor assistente de saúde e design da Thomas Jefferson University. Ele lidera as iniciativas de Medicina + Design no Sidney Kimmel Medical College. Ellen Lupton é diretora fundadora do programa de Master of Fine Arts (MFA) em Design Gráfico do Maryland Institute College of Art.

Resumo

O design thinking orientado à saúde requer uma abordagem centrada no ser humano e uma mentalidade criativa.

O design centrado no ser humano aborda os desejos e necessidades das pessoas que utilizam um produto ou serviço. O processo de pensar em termos de design orientado à saúde pode envolver o uso de jornais fotográficos, dramatização, visualização de dados ou outros métodos para elucidar aspectos únicos dos problemas de design específicos dos cuidados de saúde.

As intervenções de cima para baixo muitas vezes ignoram o contexto e o ambiente – desconsiderando as habilidades, crenças e prioridades da comunidade que desejam servir. Essas intervenções tendem a falhar. O design thinking exige um período de observação intenso. O designer ou equipe de design passa tempo com os pacientes e outros stakeholders que desejam servir. 

O designer ou a equipe de design entende bem os maiores determinantes ambientais e “sociais” que influenciam as necessidades de saúde do paciente. Portanto, esteja atento, faça perguntas relevantes e colete dados, porque os pacientes são especialistas em suas próprias experiências e possuem percepções de design inestimáveis. O...


Comente sobre este resumo

Mais deste tópico

Luxo Digital
8
A Organização Centrada na Experiência
6
Desbloqueando a Criatividade
8
O Poder dos Experimentos
7
Projetadas para a Transformação Digital
8
A Mentalidade Criativa
7

Canais Relacionados