Recomendação de Endurance

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Endurance resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Cativante
  • Aplicável
  • Inspirador

Recomendação

O relato de Alfred Lansing sobre a expedição de Ernest Shackleton em 1914 à Antártida representa uma verdadeira aventura que oferece um estudo de caso detalhado da gestão eficaz de crises. Shackleton e sua tripulação navegaram até a Antártida no navio Endurance com a intenção de cruzar o continente a pé, mas as forças da natureza naquele fim de mundo tinham outras ideias. Com seu navio esmagado por um denso bloco de gelo, Shackleton e 27 homens montaram acampamento em um bloco de gelo e, mais tarde, em uma ilha inóspita. Shackleton e uma tripulação de cinco pessoas levaram um barco salva-vidas em uma viagem de mais de 1.300 km através de mares violentos para chegar a um posto avançado remoto, e depois retornou para resgatar os que ficaram na ilha. Qualquer pessoa interessada em como um grande líder impulsiona a motivação, a desenvoltura e o trabalho em equipe vai achar a narrativa de Lansing sobre a da saga de Shackleton altamente estimulante e esclarecedora.

Sobre o autor

Alfred Lansing (1921–1975) foi o editor de um jornal semanal em Illinois e mais tarde trabalhou para a United Press e a Collier's. 

 

A maior aventura de Shackleton

O jornalista Alfred Lansing começa esta saga em dezembro de 1914, quando o navio Endurance zarpou de uma remota estação baleeira em uma ilha na ponta sul da Argentina. Eles seguiram para o sul em direção à Antártida, onde o famoso explorador britânico Sir Ernest Shackleton esperava liderar a primeira travessia do continente antártico a pé. Lansing relata que Shackleton trouxe 26 tripulantes, quase 70 cães de trenó, um passageiro clandestino e um gato. Mesmo que tudo corresse bem, a Expedição Transantártica Imperial seria um teste inabalável para a coragem e desenvoltura dos homens. As coisas não saíram de acordo com o planejado, e o que se seguiu foi uma aventura de quase dois anos em um dos ambientes mais implacáveis do mundo. Todos os 28 homens sobreviveram, Lansing argumenta, em grande parte graças à liderança de Shackleton: Lansing afirma que Shackleton transformou o grupo em uma equipe e os induziu a ultrapassarem os seus limites inúmeras vezes.

O objetivo

Shackleton participou de duas expedições à Antártida, mas nunca chegou ao polo sul. Esta honra ficou para o explorador norueguês Roald Amundsen, que superou a equipe britânica de Robert F. Scott em 1912. Quando Shackleton preparou um prospecto de angariação de fundos para sua expedição, Lansing observa que ele enfatizou o aspecto do prestígio nacional da jornada. O plano de Shackleton era navegar no Endurance de 144 pés pelo Mar de Weddell, na Antártida. Na Baía de Vahsel, na costa antártica, ele levaria uma expedição de seis homens por terra com cães, trenós, rações, tendas e outros equipamentos.


Mais deste tópico

Os clientes que leem esta resenha também leem

Trabalhando em um Mundo Multicultural
7
O Que Sabíamos? O Que Fizemos?
8
Aberto para Pensar
9
O Poder do Storytelling
8
O Grande Livro do RH
7
O Condutor do Carro Autônomo
9

Canais Relacionados

Comente sobre esta resenha