Resumo de Inspirando uma Vida de Imersão

Procurando pelo vídeo?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

Inspirando uma Vida de Imersão resumo
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

8

Qualidades

  • Eloquente
  • Cativante
  • Inspirador

Recomendação

Uma “vida de imersão” envolve a disposição de fazer sacrifícios pelo bem maior. Jacqueline Novogratz, fundadora da Acumen, uma empresa de investimentos de capital – que ela denomina de “capital paciente” –, acredita que a imersão por uma causa é essencial para enfrentar questões graves e complexas, como a pobreza, a mudança climática e a exclusão generalizada. Nesta palestra inspiradora, Novogratz compartilha uma série de histórias que transmitem suas observações sobre liderança e destacam os magníficos inovadores que pôde conhecer em seu trabalho mundo afora.

Sobre o Palestrante

Jacqueline Novogratz é a fundadora e CEO da Acumen, um fundo de capital de risco sem fins lucrativos que aplica abordagens empreendedoras para lidar com a pobreza global. Ela escreveu The Blue Sweater e é ex-consultora em microfinanças para o Banco Mundial.

 

Resumo

É preciso coragem para viver uma “vida de imersão” – isto é, optar por realizar sacrifícios pessoais a fim de fomentar a mudança, porque o custo da inércia é maior.

As pessoas muitas vezes desejam contribuir para o bem maior e fazem um trabalho significativo, mas temem que isso comprometa sua capacidade de ganhar um bom salário, adquirir uma casa ou formar uma família. Eles relutam em fazer os sacrifícios que o altruísmo exige. Em uma história da autora americana Tillie Olsen, uma mãe branca se preocupa quando sua filha faz amizade com uma criança afro-americana. Ela conclui: “É melhor a imersão do que viver intocado”; os custos de se evitar riscos geralmente superam o sacrifício necessário.

Os inovadores excepcionais escolhem vidas imersivas. Ingrid Washinawotok descreveu como os anciãos da tribo Menominee retratam os rostos dos filhos das gerações futuras ao tomarem decisões importantes. Infelizmente, os trogloditas colombianos das FARC torturaram e mataram Washinawotok em 1999, mas ela deixou o legado de enquadrar os tomadores de decisão como “zeladores do futuro”.

No final da década de 1970, o Khmer Rouge...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Para Criar Melhores Tecnologias, É Preciso Entender o Contexto
8
Como Inspirar Crianças a Serem Grandes Leitores
8
O Verdadeiro Motivo Pelo Qual Empresárias Conseguem Menos Capital
9
Mentoreando Startups e Estudantes em Inovação e Estratégia
7
Uma Economista Explica: Por Que as Mulheres Recebem Menos
8
O Que a Possibilidade da Morte Me Ensinou Sobre a Vida
8

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo