Resumo de O Capital

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

O Capital resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

9

Qualidades

  • Inovativo
  • Eloquente

Recomendação

Em sua obra-prima, O Capital, Karl Marx apresenta de forma meticulosa as raízes das causas da desigualdade social e econômica. Este texto clássico não é um chamado para a revolução, mas sim uma análise abrangente, sistemática e crítica da economia política. Marx passou 15 anos trabalhando apenas no primeiro volume desta sua obra-prima complexa. Aqui ele detalha a “mais-valia” que os trabalhadores criam para os que possuem os “meios de produção” e como os capitalistas exploradores vendem os seus bens não para comprar outros bens, mas para aumentar sua própria riqueza. O “dinheiro que gera dinheiro”, ou o processo de acumulação de capital, está no cerne da crítica do autor contra o capitalismo.

Sobre o autor

Karl Marx, nascido em Trier, na Alemanha, em 1818, estudou direito, filosofia e história e trabalhou como editor de um jornal liberal. Censurado por suas visões, ele se mudou para a França e conheceu o filho do dono de uma fábrica, Friedrich Engels, com quem escreveu O Manifesto Comunista, em 1847. Em 1849, Marx foi para o exílio em Londres, onde começou um estudo intensivo, que resultou na sua obra-prima de economia política, O Capital. O primeiro volume foi publicado em 1867; O segundo e terceiro volumes foram publicados depois de sua morte na Inglaterra em 1883.

 

Resumo

Os bens são a base do sistema capitalista e têm um “valor de uso” e um “valor de troca”.

Os bens formam a base da riqueza nas sociedades capitalistas. Os bens são mercadorias que satisfazem as necessidades humanas, seja diretamente, como o alimento ou a roupa, ou indiretamente, como as máquinas e materiais que produzem o alimento ou a roupa. Cada tipo de bem carrega dois tipos de valor:

  1. Valor de Uso – que mede a utilidade de um produto. O valor de uso é uma parte inerente do item individual e não pode ser separado dele. O valor de uso independe da quantidade de trabalho exigida para se fazer uma mercadoria. 
  2. Valor de Troca – que mostra a relação de valor entre dois produtos específicos. O valor de troca de um item incorpora a quantidade de trabalho exigida para criar o mesmo.

Todos os produtos possuem um fator em comum: o trabalho necessário para a sua criação. O trabalho atribui valor a um item e também deriva o seu valor do item. O trabalho e o tempo necessário para se fazer um produto determina o seu valor. Pensar sobre os produtos desta forma permite que você divida um trabalho...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

A Revolução Digital
8
Consciência dos Dispositivos
7
eLogistics – Logística para o E-commerce
8
O Caminho da Servidão
9
Amazon
9
55 Anos, Subempregado e Fingindo Normalidade
9

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo