Resumo de O Capital

Procurando pelo livro?
Nós temos o resumo! Obtenha os insights principais em apenas 10 minutos.

O Capital resumo de livro
Comece hoje:
ou conheça os nossos planos

Avaliação

9

Qualidades

  • Inovativo
  • Eloquente

Recomendação

Em sua obra-prima, O Capital, Karl Marx apresenta de forma meticulosa e muitas vezes dramática as raízes das causas da desigualdade social e econômica. Ao contrário de O Manifesto Comunista, escrito com Friedrich Engels, este texto clássico não é um chamado para a revolução, mas sim uma análise abrangente, sistemática e crítica da economia política, de acordo com o seu subtítulo original. Marx passou 15 anos trabalhando apenas o primeiro volume desta sua obra-prima complexa. Aqui ele detalha a “mais-valia” que os trabalhadores criam para os que possuem os “meios de produção” e como os capitalistas exploradores vendem os seus bens não para comprar outros bens, mas para aumentar sua própria riqueza. O “dinheiro que gera dinheiro”, ou o processo de acumulação de capital, está no cerne da crítica do autor contra o capitalismo. A getAbstract recomenda a obra seminal de Marx para aqueles que desejam compreender as origens deste importante e perturbador trabalho da filosofia política e econômica.

Sobre o autor

Karl Marx, nascido em Trier, na Alemanha, em 1818, estudou direito, filosofia e história e trabalhou como editor de um jornal liberal. Censurado por suas visões, ele se mudou para a França e conheceu o filho do dono de uma fábrica, Friedrich Engels, com quem escreveu O Manifesto Comunista, em 1847. Em 1849, Marx foi para o exílio em Londres, onde começou um estudo intensivo, que resultou na sua obra-prima de economia política, O Capital. O primeiro volume foi publicado em 1867; O segundo e terceiro volumes foram publicados depois de sua morte na Inglaterra em 1883.

 

Resumo

Os Bens e Seu Valor

Os bens formam a base da riqueza nas sociedades capitalistas. Os bens são mercadorias que satisfazem as necessidades humanas, seja diretamente, como o alimento ou a roupa, ou indiretamente, como as máquinas e materiais que produzem o alimento ou a roupa. Cada tipo de bem carrega dois tipos de valor:

  1. Valor de Uso – que mede a utilidade de um produto. O valor de uso é uma parte inerente do item individual e não pode ser separado dele. O valor de uso independe da quantidade de trabalho exigida para se fazer uma mercadoria. Por exemplo, um comprador que adquire uma tonelada de aço não está interessado no esforço necessário para produzi-lo.
  2. Valor de Troca – que mostra a relação de valor entre dois produtos específicos. Por exemplo, uma determinada quantidade de trigo pode ser trocada por uma quantidade exata de seda. O valor de troca de um item incorpora a quantidade de trabalho exigida para criar o mesmo.

Todos os produtos possuem um fator em comum: o trabalho necessário para a sua criação. O trabalho atribui valor a um item e também deriva o seu valor do item. O trabalho e o tempo necessário...


Mais deste tópico

Os clientes que leem esse resumo também leem

Consciência dos Dispositivos
7
A Revolução Digital
8
Criptoativos
8
Reengenharia do Varejo
8
O Grande Nivelador
8
Blockchain Revolution
9

Canais Relacionados

Comente sobre este resumo